Franquia Pelotas

Celulite: entenda as suas principais causas e como acabar com ela

Celulite: entenda as suas principais causas e como acabar com ela

O que é celulite e quais as suas causas?

A celulite é a inflamação do tecido celular, mais conhecida como aqueles furinhos indesejados, alterações causadas pelo acúmulo de gordura, toxinas e água nas células, o que as tornam cheias e endurecidas, por isso aqueles desníveis e nódulos na região afetada. A celulite atinge cerca 90% das mulheres. É isso mesmo!

A celulite, segundo a Sociedade de Dermatologia, atinge oito de cada dez mulheres. Embora ela não atinja somente o sexo feminino, uma vez que os homens também podem desenvolver celulite, ela é bem mais comum no sexo feminino.

Entre as diversas causas da celulite, está a questão hormonal, motivo pelo qual as mulheres são as mais atingidas. Além disso, há o fator genético que pode influenciar: algumas mulheres têm maior propensão à celulite do que outras.

Um dos principais fatores de maior incidência entre as mulheres é porque esse público tem maior acúmulo de gordura nas coxas, quadris e nádegas - áreas mais comuns para a celulite.

A ocorrência da celulite, portanto, não se relaciona apenas à obesidade. Sim, mesmo pessoas magras, mas com maior camada de gordura podem sofrer com a celulite, principalmente se não tomam alguns cuidados necessários. E, você, também sofre com a celulite, sabe qual o seu grau?

 

Conheça os quatro graus da celulite

 

·         Grau 1: é aquele associado ao efeito casca de laranja. Ou seja, são ondulações bem leves, percebidas somente ao comprimir a pele.

·         Grau 2: as ondulações já começam a ser mais perceptíveis. Aparecem sem a compressão da pele.

·         Grau 3: as ondulações já podem surgir acompanhadas de inchaço e não se descarta a ocorrência de dor.

·         Grau 4: além de diversos nódulos, inchaço e dor, pode ocorrer também o comprometimento da circulação de retorno.

 

Independentemente de ter ou não celulite - e qual o seu grau - há quatro mudanças fundamentais para evitá-la ou diminuí-la:

 

Quatro mudanças fundamentais para evitar a celulite

Não existe método milagroso, o tratamento da celulite passa por uma alteração comportamental e, principalmente, alimentar. Sim, a mudança tão esperada e que poderá ser vista facilmente por fora, resultará da adoção de novos hábitos. Sim, o tratamento para celulite começa de dentro para fora.

 

Tenha uma alimentação saudável

A alimentação é fundamental para evitar a celulite. É importante que você faça uma reeducação alimentar e mude os seus hábitos. É claro, uma dieta saudável traz muitos outros benefícios para você e seu corpo, mas sobre isso nós vamos falar em outro post.

Como dito anteriormente, é necessário eliminar a celulite de dentro para fora e, como diz o ditado popular: “o peixe morre pela boca”. Então, vamos lá! Veja algumas mudanças alimentares que ajudam no combate à celulite.

 

Dieta rica em ferro e fibras

 

Sim, os alimentos ricos em ferro aumentam a circulação sanguínea, melhorando a quantidade de nutrientes e a oxigenação das células (em seguida tem um quadro com algumas sugestões de alimentos).

Além disso, uma alimentação rica em fibras contribui para o melhor funcionamento do intestino, auxiliando na limpeza do organismo (e ainda contribui para uma pele mais bonita).

As fibras também são aliadas do controle de peso – bastante importante no combate à celulite –, dão maior saciedade e diminuem o apetite, o que contribui, consequentemente, para uma menor ingestão de gordura.

 

Além de uma alimentação mais saudável, rica em ferro e fibras, é importante evitar – na medida do possível – alimentos industrializados.

Os alimentos industrializados possuem alto teor de sódio e outras substâncias causadoras da retenção de líquidos. E, também é importante diminuir o consumo de sal (sódio).

Muitas pessoas enganam-se ao pensarem que a única forma de diminuir o consumo de sal é diminuindo a quantidade no preparo dos alimentos e, sim, essa é uma redução importante. Contudo, a maioria dos alimentos que consumimos possui sódio (pois ele é um importante conservante e muito utilizado na indústria alimentar). Logo, é importante conferir o nível de sódio, gordura e açúcares de todos os alimentos.

 

Evite o consumo de alimentos congelados industrializados, eles possuem alto teor de sódio e outras substâncias capazes de aumentar a celulite. E, tome cuidado com a alimentação fora de casa. As comidas que você não acompanha o preparo são perigosas. Elas podem ser preparadas com temperos e molhos prontos, além de outros aditivos alimentares.

Consuma mais líquidos

Tão importante quanto à alimentação, é o consumo de líquidos. Sim, líquidos. Embora a ingestão de água seja fundamental e inquestionável do ponto de vista da hidratação, da eliminação das toxinas e para o melhor funcionamento do intestino. Outros líquidos também podem contribuir no combate à celulite. O chá verde mesmo é um grande aliado.

O chá verde possui catequinas que é excelente no combate à retenção de líquidos e possui efeito drenante, sendo recomendada a ingestão de 750ml diários, sem açúcares. O suco de couve ou suco verde contribui na limpeza e desintoxicação do organismo.

Realize exercícios físicos

Associada aos cuidados alimentares, é importante a manutenção de uma rotina de exercícios físicos. Entre as práticas recomendadas estão caminhadas, pilates, musculação. Além de amenizar a celulite, essas atividades contribuem para que ela não aumente, diminuem o estresse e o aumento do peso (dois fatores que contribuem para o aumento da celulite). A realização regular de exercícios físicos, acelera o metabolismo, ativa a circulação sanguínea, queima gorduras e elimina as toxinas.

 

Essas mudanças são importantes tanto para evitar quanto para diminuir a celulite. Agora, se você já tem celulite é importante identificar qual o grau e qual o tratamento adequado. A celulite é classificada em quatro graus, dependendo da sua severidade. As áreas do corpo mais afetadas são as nádegas e as coxas. Mas algumas pessoas podem desenvolvê-la na barriga, nos quadris e nos braços.

 

Agora que você já sabe mais sobre a celulite e suas possíveis complicações, não deixe de buscar ajuda profissional para se livrar logo desse incômodo. Além do tratamento estético, você deve se comprometer a investir em hábitos saudáveis.